sexta-feira, 11 de setembro de 2009

The Week - Quinta

Hoje acordei com aquela sensação de primeiro dia de férias sabe? Até esqueci que tinha marcado com o personal às 10hs. Mas infelizmente, ou felizmente, eu lembrei. E lá fui eu! Já tinha combinado com o Léo que hoje ele pegaria leve pra não correr o risco de eu ter nenhumazinha dor muscular me incomodando.

Último dia de aula com o personal, mas dessa não vou sentir tanta saudade... rsrs.

Hoje parece que baixou um espírito zen em mim. Nem eu nem ninguém entendeu nada. Eu não sou assim, não sou nenhum pouquinho zen, nadinha, nadinha mesmo. Muito pelo contrário.

Mas hoje não queria saber de nada, não quis resolver nada, tudo tava bom, nada tava ruim!

Depois, almoço na casa da vovó. Depois, eu e mamãe fomos levar tuuudo no cerimonial (lembrancinhas, topo de bolo, buques de pirulito, etc, etc). Depois, fomos pegar minha tiara, lindéeerrima.

Vim pra casa, muitos presentes chegaram, descansei um pouquinho e já estava na hora de buscar Fofi no aeroporto. Os tios dele de Maceió chegaram mais ou menos na mesma hora e encontramos com todos lá!

De lá eu e Ric fomos direto pro niver da mamãe no Quintal, um restaurante aqui. E depois pra casa dele, ficar com os tios que estão hospedados lá. (Calma!!! Deixamos a novela gravando...)

Os móveis que eram pra chegar no dia 4 e depois ontem e depois hoje não chegaram. Espero que cheguem amanhã, pois minha mudança sai daqui na segunda.

Hoje a tarde fofinho me liga dizendo que no dia 4/1o terá que viajar a trabalho e ficar uma semana fora! Que trabalho insensível é esse que tira o menino de casa em plena lua de mel???

Mas até que a notícia não foi tão ruim assim pra mim, serviu pra amenizar o lado ruim desse momento tão lindo. A despedida.

Isso tudo porque eu é que não vou ficar sozinha em Brasília, então logo logo estarei aqui em BH e vou ficar a semana inteira, na sexta ele vem pra cá e ficamos até o feriado, aí voltamos junto pra nossa casinha. Assim a parte ruim fica prorrogada para o início de outubro!

Esqueci de um fato que aconteceu ontem: a decoradora me liga falando que tem uma notícia ruim. Logo imaginei minha festa sem toalhas nas mesas, arranjos, flores. Mas aí ela me fala que as callas rosas que eu tinha escolhido pro meu buquê não estavam sendo encontradas em nenhum lugar do mundo (exagerei, em nenhum lugar do Brasil).

Ah... fazer o que né! Eu bem que queria essas callas, mas buquê nunca foi um item tão importante pra mim, tanto que nem fui atrás de Berta Bismarker e afins, minha decoradora mesmo irá fazê-lo (o que não significa que vai ficar mais feio, e sim mais barato).

E outra, com o vestido que eu tenho (eu sei que tô ficando chata com esse papo), o buquê não faria falta nenhuma!

No final das contas a decoradora sugeriu orquídeas rosas e eu aceitei, mesmo porque não entendo muito de flores e não poderia palpitar muito.

E agora são 1:34 da manhã e eu e mamãe estamos vendo a novela que deixamos gravando!

4 comentários:

  1. Amiga, é amanhã, nem acredito!!! Vai ser trans!!!

    ResponderExcluir
  2. Aêhhh, Mari!!!rs

    Flor,
    muita luz, brilho e muitoo amor.

    Vc é a noiva da vez!!!!!!!

    bjos queridos!

    ResponderExcluir
  3. Oiii...seu chá foi lindo, adorei as camisetas rsrs..bjs

    ResponderExcluir